Fechar
Metadados

%0 Report
%4 sid.inpe.br/mtc-m19@80/2010/05.10.18.35
%2 sid.inpe.br/mtc-m19@80/2010/05.10.18.35.47
%@ INPE-16701-RPQ/853
%A Valeriano, Márcio de Morisson,
%A Rossetti, Dilce de Fátima,
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%@electronicmailaddress valerian@dsr.inpe.br
%@electronicmailaddress rossetti@dsr.inpe.br
%T TOPODATA: seleção de coeficientes geoestatísticos para o refinamento unificado de dados SRTM
%D 2010
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%C São José dos Campos
%K banco de dados, mapas, topografia, modelo digital de elevação, krigagem, título, database, maps, digital elevation model, kriging, title.
%X Este trabalho apresenta os fundamentos teóricos e experimentais que levaram à seleção de um único conjunto de coeficientes geoestatísticos para o refinamento dos dados SRTM por krigagem em todo o território brasileiro. Esta seleção foi direcionada ao atendimento de condições que favorecem a exploração do potencial destes dados para a derivação em descritores topográficos, ou geomorfométricos, do terreno. As condições desejadas referem-se à preservação de características geométricas de detalhe do modelo digital de elevação (MDE) formado, sensíveis ao método empregado no refinamento da resolução de 3 para 1. Modelos geoestatísticos previamente selecionados em estudos regionais aplicados a projetos foram testados para seleção unificada em 40 áreas distribuídas nas diferentes províncias lito-estruturais do Brasil. As áreas testadas continham condições distintas de relevo, abrangendo desde terrenos montanhosos até terrenos planos. Foram observados os efeitos da preparação dos dados sobre a percepção de padrões (textura e rugosidade) bem como de singularidades (arestas, picos, talvegues etc.). Os resultados foram avaliados mediante representações em relevo sombreado, principalmente, além de transectos e perspectivas, observados em escalas diversas. Observou-se que terrenos de baixa amplitude, baixa declividade e feições delicadas têm MDE mais afetados pelos métodos de refinamento, enquanto terrenos montanhosos mostraram MDE relativamente mais estáveis. A avaliação, corroborada de modo inequívoco pela totalidade dos intérpretes consultados, convergiu para um modelo de refinamento de desempenho superior aos demais em todas as situações testadas. ABSTRACT: This work presents the theoretical and experimental fundamentals of the selection of a set of geostatistical coefficients for a unified SRTM data refining through kriging over the entire Brazilian territory. This selection aimed at favorable conditions for exploring the data potential in topographic descriptor derivations, or in geomorphometry. These conditions are given by the preservation of detailed geometric characteristics of the resulting digital elevation models (DEM), which are sensitive to the methods used to refine resolution from 3 to 1. Geostatistical models previously selected in regional studies applied to projects were tested for unified refining on 40 areas distributed among different litho-structural provinces of Brazil. Tested areas encompassed distinct relief conditions, from mountainous to plan terrains. The effects of data preparation were observed on the perception of patterns (texture and roughness) as well as singularities (edges, peaks, thalwegs etc.). Results were evaluated through the examination of shaded relief presentations, mainly, besides transects and perspectives, observed in different scales. Terrains with low slopes, small amplitude and delicate features had their DEM easily affected by the refining methods, while mountainous terrains showed a relative stability. The evaluation, unambiguously confirmed by all consulted interpreters, converged to a refining model with outstanding performance in all tested conditions.
%P 74
%@language pt
%9 RPQ
%3 publicacao.pdf


Fechar