Fechar
Metadados

%0 Thesis
%4 sid.inpe.br/mtc-m18@80/2009/07.23.15.13
%2 sid.inpe.br/mtc-m18@80/2009/07.23.15.13.44
%A Costa, Samuel Roberto Ximenes,
%T Um problema de determinação de política ótima para sistemas de manutenção com máquinas de reserva e número variável de servidores
%D 1984
%E Yanasse, Horácio Hideki (presidente),
%E Morais, Paulo Renato de (orientador),
%E Disney, Ralph L.,
%E Gartenkraut, Michal,
%E Dias, Oscar Pereira,
%8 1984-03-23
%J x
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%C São José dos Campos
%K máquinas de reserva, número variável, problema de determinação.
%X Este trabalho considera um sistema de manutenção em que o número de servidores alocados pode ser alterado tanto em instantes de chegada de máquinas como em instantes de término de reparo. O sistema de produção possui um número finito de máquinas idênticas que falham após um tempo com distribuição exponencial e um número finito de máquinas de reserva. Após a falha, a máquina quebrada é substituída por uma de reserva, se há alguma disponível, e enviada para a oficina de reparo. Esta possui um número finito de servidores independentes em disponibilidade, cada um com tempo de serviço exponencial. A estrutura de custos inclui um custo de perda de produção, um custo de espera, um custo de reparo e um custo de alteração no número de servidores alocados. Este problema de controle é representado por um modelo de decisão semimarkoviano. O critério de otimalidade considerado é o custo médio por unidade de tempo a longo prazo. Um algoritmo de interação de políticas é usado para determinar os parâmetros da política de controle ótima dentro de uma subclasse particular da classe das políticas estacionárias. Resultados numéricos são apresentados para o caso de dois servidores disponíveis. ABSTRACT: This paper considers a maintenance system in which the number of operating servers can be adjusted both at arrival and repair completion epochs. The production system has a finite number of identical machines, each having an exponentially distributed lifetime and a finite number of spares. After failure, a machine is replaced by a spare, if there is any available, and is sent to the repair facility. The repair facility has a finite number of independent servers available, each having a exponentially distributed service time. The cost structure includes a cost due to lost production a holding cost, a repair cost, and a switch-over cost when the number of operating servers is adjusted. This control problem is represented by a semi-Markov decision model. The optimality criterion considered is the long-run average cost per unit time. A policy-iteration algorithm is used to compute the parameters of the optimal control policy within a particular subclass of the class of all stationary policies. Numerical results are given for the two-server case.
%P 60
%@language pt
%9 Dissertação (Mestrado em Análise de Sistemas e Aplicações)


Fechar