Close
Metadata

%0 Report
%4 sid.inpe.br/mtc-m19@80/2010/05.10.18.42
%2 sid.inpe.br/mtc-m19@80/2010/05.10.18.42.22
%@ INPE-16702-RPQ/854
%A Valeriano, Márcio de Morisson,
%A Albuquerque, Paulo Cesar Gurgel de,
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%@electronicmailaddress valerian@dsr.inpe.br
%@electronicmailaddress gurgel@dsr.inpe.br
%T TOPODATA: processamento dos dados SRTM
%D 2010
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
%C São José dos Campos
%K banco de dados, geomorfometria, mapas, geoprocessamento, SRTM, título, database, geomorphometry,maps, geoprocessing, SRTM, title.
%X Este trabalho apresenta os fundamentos teóricos das derivações geomorfométricas e o desenvolvimento metodológico aplicado no processamento dos dados SRTM (Shuttle Radar Topography Mission) para a construção de um banco de dados geomorfométricos de abrangência nacional. A partir da conceituação física das variáveis geomorfométricas, os recursos de processamento de sistemas de informação geográfica (SIG) foram adaptados a metodologias de estimativa análogas aos procedimentos de medição direta em carta ou em campo. Os processos foram pormenorizados desde a fase de preparo do modelo digital de elevação (MDE), a partir da interpolação, ou refinamento, dos dados SRTM originais, com ênfase aos procedimentos de derivação e aos cuidados de pós-processamento. O processamento, que se manteve restrito às derivações geomorfométricas locais, teve como produto os planos de informação das variáveis primárias: elevação, declividade, orientação de vertentes, curvatura vertical e curvatura horizontal, em sua expressão numérica contínua e em esquemas de classificação de intervalos. Entre as variáveis secundárias (ou combinadas), foram desenvolvidos planos relativos à forma do terreno, ao delineamento de microbacias e à iluminação solar. Esta foi desenvolvida para a estimar a interação da dinâmica solar e o efeito topográfico local para a produção dos 12 planos relativos à situação mensal e um de integração anual. Por fim, os recursos e adaptações aplicados no processamento são discutidos do ponto de vista de suas condições de utilização e das decorrentes implicações técnico-cientificas. ABSTRACT: This work presents the fundamentals of geomorphometric derivations and the methodological development applied in SRTM (Shuttle Radar Topography Mission) data processing for the construction of a national full-coverage geomorphometric database. Based on the physical concepts of the geomorphometric variables, processing resources of geographical information system (GIS) were adapted into estimation methodologies analogue to procedures for field or cartographic measurements. The processes were detailed since pre-processing of the digital elevation model (DEM) through interpolation, or refining, of SRTM data, focusing derivation proceedings until pos-processing cares. The processing, restricted to local geomorphometric derivations, targeted the production of information layers of the primary variables: elevation, slope, aspect, vertical curvature and horizontal curvature, in their full numerical expression and in interval class schemes. Among secondary (or combined) variables, layers respective to landforms, watershed delineation and solar illumination were developed. Illumination was developed to estimate the interaction between solar dynamics and local topographic effects for the production of the 12 layers relative to monthly situations and an annual integration. Finally, the resources and adjustments applied in the processing are discussed in terms of their conditions of use and the resulting technical and scientific implications.
%P 79
%@language pt
%9 RPQ
%3 publicacao.pdf


Close